Fase 1 e 2 combinadas vão gerar US$ 5,1 bilhões

31/05/2022
A operação combinada aumenta a produção média para 531 mil toneladas anuais de lítio sustentável para bateria.

A Sigma Lithium Corporation depositou as atualizações das fases 1 e 2 do Relatório Técnico NI 43-101 para o projeto Grota do Cirilo. O Relatório Técnico Consolidado incorpora o Estudo de Viabilidade da Fase 1 e um Estudo de Pré-Viabilidade da Fase 2, e demonstra uma economia combinada robusta, destacada por um VPL após impostos de US$ 5,1 bilhões e TIR (Taxa Interna de Retorno) combinada após impostos de 589%. “Com a Fase 1 financiada e em construção, temos o prazer de compartilhar nosso progresso na Fase 2 e a combinação econômica deste projeto de lítio totalmente integrado”, diz Ana Cabral-Gardner, Co-CEO e Co-Chairperson da Sigma Lithium. 

Segundo Ana, a empresa continua focada em fornecer lítio sustentável para baterias para a cadeia de suprimentos de veículos elétricos, enquanto continua a tentar resgatar os membros mais vulneráveis das comunidades locais no Vale do Jequitinhonha (MG). O Relatório Técnico Consolidado considera uma produção totalmente integrada e ambientalmente sustentável de concentrado de lítio de alta pureza grau bateria, com matéria-prima de minério de espodumêmio de seus depósitos de lítio Fase 1 e Fase 2. A operação combinada aumenta a produção média para 531 mil toneladas anuais de lítio sustentável para bateria. Além disso, a vida operacional da mina Grota do Cirilo foi estendida por mais de 50%, a 13 anos, com a adição da produção da Fase 2 dos oito anos iniciais na Viabilidade da Fase 1. 

O documento estima US$ 76 milhões em gastos de capital adicionais para construir uma segunda linha de produção para produzir lítio sustentável de grau bateria em uma fase 2.

Os principais fatores que influenciam a economia do Relatório Técnico Consolidado incluem altos teores médios de alimentação de 1,55% Li2O para a Fase 1 e 1,37% Li2O para a Fase 2; e as taxas de recuperação superiores alcançadas pela planta greentech no circuito de separação em meio denso (“DMS”) de 65,0% para a Fase 1 e 57,9% para a Fase 2. A Sigma Lithium espera anunciar uma estimativa atualizada dos recursos minerais no segundo trimestre de 2022, com o objetivo de determinar o potencial para uma maior expansão da produção (“Fase 3”). Uma Avaliação Econômica Preliminar na Fase 3 deverá ser concluída no final do segundo trimestre ou no início do terceiro trimestre de 2022.