Yara armazenará CO2 no fundo do mar

10/09/2022
A partir do início de 2025, 800 mil toneladas de CO2 puro serão capturadas, comprimidas e liquefeitas e depois transportadas para 2.600 m do fundo do mar.

 

A Yara e a Northern Lights assinaram acordo comercial para transportar o CO2 capturado da Yara Sluiskil, uma fábrica de amônia e fertilizantes na Holanda, e armazená-lo permanentemente no fundo do mar na costa oeste da Noruega. Quando os detalhes contratuais finais forem firmados, este será o primeiro acordo de transporte e armazenamento de CO2 transfronteiriço, que estabelecerá o padrão para outras empresas industriais em toda a Europa que desejam usar a Northern Lights – e outras opções e lojas emergentes de transporte de CO2 no Mar do Norte – como parte fundamental de suas estratégias de descarbonização. 

A Yara Sluiskil já cortou 3,4 milhões de toneladas de emissões de CO2 por ano de sua produção de amônia e fertilizantes desde 1990. Os volumes significativos de dióxido de carbono são reutilizados na produção de plantas de efeito estufa, como ingrediente para bebidas carbonatadas e para outros fins, como uréia e AdBlue, uma solução à base de ureia de alta pureza para motores a diesel. A partir do início de 2025, 800 mil toneladas de CO2 puro serão capturadas, comprimidas e liquefeitas na Holanda e depois transportadas para a loja da Northern Lights a 2.600 metros abaixo do fundo do mar, na costa de Øygarden. “Ações para descarbonizar a indústria são urgentes e a Yara é pioneira. Tenho o prazer de anunciar que estamos agora a caminho de remover as emissões de CO2 de nossa planta de produção em Sluiskil. Isso nos levará um passo adiante em direção à produção de alimentos sem carbono e acelerará o fornecimento de amônia limpa para produção de combustível e energia”, disse Svein Tore Holsether, CEO da Yara International ASA. 

Børre Jacobsen, diretor administrativo da Northern Lights comenta que a Yara e o primeiro cliente comercial da empresa. “Estamos estabelecendo um mercado de transporte e armazenamento de CO2. A partir do início de 2025, enviaremos as primeiras toneladas de CO2 da Holanda para a Noruega”. A Northern Lights é a parte de transporte e armazenamento do projeto Longship, financiado em 80% pelo governo norueguês. Com base em mais de 20 anos de armazenamento offshore de CO2 na Noruega, o governo trabalhou em estreita colaboração com os emissores industriais noruegueses e a Northern Lights para criar o primeiro modelo CCS de cadeia de valor completa de acesso aberto do mundo. Como parte de seu financiamento, o governo estipulou que a Northern Lights desenvolvesse um modelo de negócios comercial e oferecesse seus serviços ao resto da Europa. 

O modelo Longship mostra que o CCS é factível, seguro e econômico. A Longship fornece uma plataforma para empresas e provedores de serviços noruegueses inovarem, alavancando a experiência, a vantagem do pioneirismo e significativa capacidade de armazenamento offshore – e oferece à indústria europeia uma opção crucial de descarbonização e soluções para replicar.