Empresa esclarece que não houve rompimento

08/01/2022
O que ocorreu foi uma queda de três bancos na pilha de co-disposição denominada Cachoeirinha, que contém estéril e rejeito filtrado.

De acordo com informações do setor de Geotecnia da empresa Vallourec, não houve rompimento da barragem Pau Branco, em Nova Lima (MG), conforme noticiado pela imprensa. O que ocorreu foi uma queda de três bancos na pilha de co-disposição denominada Cachoeirinha, que contém estéril e rejeito filtrado. A pilha fica a montante do Dique Lisa, que é um barramento de contenção dos finos da pilha. Com a queda dos bancos, o material atingiu o dique, criando uma onda, que galgou o barramento, lançando lama até a rodovia BR-040, situada logo abaixo.

As informações também indicam que, a priori, não houve dano na estrutura do dique. Portanto, não se trata de rompimento de barragem e sim deslizamento de pilha de disposição de rejeitos.

A Valllourec foi uma das pioneiras na introdução das metodologias de filtragem e empilhamento a seco de rejeitos de minério de ferro e atualmente está concluindo um plano de expansão da produção, sem a utilização de barragem para deposição dos rejeitos.