Vale ingressa em plataforma para conservar e restaurar florestas

19/01/2024
Compromisso é estabelecer uma meta de redução de emissões alinhada com o Acordo de Paris

 

A Vale ingressou na plataforma 1 trillion tress (1t.org), iniciativa que faz parte dos esforços do Fórum Econômico Mundial para acelerar soluções baseadas na natureza em apoio à Década (2021-2030) das Nações Unidas para a Restauração dos Ecossistemas (ONU). A plataforma apoia empresas parceiras ao proporcionar maior transparência e integridade a seus compromissos e ações para conservar, restaurar e cultivar árvores e florestas ao redor do mundo. Para participar do 1t.org as companhias só ficam aptas caso se comprometam a estabelecer uma meta de redução de emissões alinhada com o Acordo de Paris. “Estamos honrados em fazer parte do movimento 1t.org, engajando-nos em um diálogo global de soluções inovadoras, para ampliar a restauração no mundo. Na Vale, a Meta Florestal 2030 integra conservação e recuperação com benefícios econômicos, alinhada com a Agenda 2030 da ONU. Nosso objetivo é proteger e restaurar 500 mil hectares além dos nossos limites operacionais”, comenta Eduardo Bartolomeo, CEO da Vale.

Em 2019, a Vale definiu seis metas de sustentabilidade alinhadas à Agenda 2030 da ONU, das quais uma delas é a Meta Florestal Vale 2030, compromisso voluntário de proteger e restaurar 500 mil hectares de biomas no Brasil, em especial a Amazônia, além dos seus limites operacionais. O compromisso corresponde à proteção de 400 mil hectares e 100 mil hectares de recuperação de áreas. Em relação à conservação/proteção – focada na permanência e qualidade do bioma nativo e manutenção dos estoques de carbono – a empresa trabalha em parceria com sete unidades de conservação e no apoio de projetos de REDD+ no Pará, envolvendo 165 mil hectares. Na parte de restauração, entre 2020 e 2023 a Vale somou mais de 12 mil hectares em recuperação através de negócios de impacto que atuam em cadeias produtivas sustentáveis, realizados por meio do Fundo Vale e de uma rede de parceiros. A meta de 500 mil hectares se soma aos mais de 1 milhão de hectares que a Vale já ajuda proteger no mundo por meio de ações de compensação ou voluntárias. Deste total, 800 mil hectares estão na Amazônia, onde a empresa está presente há quase 40 anos.

Direto da Fonte