Onde se lia Mineração Caraíba, leia-se Ero Brasil

05/04/2022
A nova empresa nasce como terceiro maior produtor de cobre no País, tendo produzido, em 2021, um total de 45,5 mil toneladas.

A Ero Copper decidiu unir os seus ativos no Brasil sob uma única marca, a Ero Brasil, que incorpora todos os negócios da Mineração Caraíba, da NX Gold e o projeto Boa Esperança, que começa a ser implantado no Pará. 

A Ero Brasil, que será presidida por Eduardo De Come, assume as minas de cobre (Pilar, Vermelhos e Surubim) e usina de concentração operadas pela Mineração Caraíba, mais direitos de exploração numa área de 164 mil hectares no Vale do Curaçá, na Bahia; a mina de ouro da NX Gold em Nova Xavantina, no Mato Grosso; e o projeto de uma nova mina de cobre em Tucumã, Pará. 

A nova empresa nasce como terceiro maior produtor de cobre no País, tendo produzido, em 2021, um total de 45,5 mil toneladas, e importante produtor de ouro, com 37,8 mil onças. Com o projeto Boa Esperança, ela deve ocupar o segundo posto na produção brasileira de cobre, ficando atrás apenas da Vale. Em 2021, com as operações brasileiras, a Ero Copper obteve uma receita de US$ 489,9 milhões e Ebitda ajustado de US$ 331,9 milhões. Em 2022 a Ero Brasil deve investir entre US$ 330 milhões e US$ 375 milhões em crescimento, sustaining e exploração mineral.