CBA faz simulado em Niquelândia

16/09/2021

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) realizou, dia 15 de setembro, o segundo simulado de situação de emergência das barragens do Jacuba e Mosquito, em Niquelândia (GO). O exercício tem caráter preventivo e acontece anualmente. A CBA explica que a medida está em alinhamento com a legislação e integra o Plano de Ação Emergencial (PAE).

O principal objetivo do simulado é que a população conheça as mensagens das sirenes ligadas ao sistema de segurança das barragens, bem como as rotas de fuga e os pontos de encontro considerados seguros. Desta forma é possível ampliar o alcance e efetividade do PAE e proporcionar maior segurança às comunidades. 

O simulado tem a participação de uma Comissão Mista, que conta com representantes da CBA, Corpo de Bombeiro Militar, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Niquelândia e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad). O grupo foi responsável pela avaliação e aprovação da proposta do simulado para 2021, de acordo com o PAE e com as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para controle da COVID-19. Assim, apenas um morador relacionado a cada um dos pontos de encontro percorreu a rota de fuga durante o simulado. Para manter o distanciamento, o exercício foi acompanhado apenas por integrantes do Corpo de Bombeiro Militar, que representam a Defesa Civil municipal e estadual, além de empregados da CBA. O monitoramento de toda a atividade foi feito pelo Centro de Comando, instalado na unidade da CBA, em Niquelândia. "A segurança da população é um valor inegociável para a CBA, que está refletido em todas as ações da Empresa desde a sua fundação. A implementação do Plano de Atendimento Emergencial, com a instalação das 11 sirenes, a comunicação e orientação à comunidade da área de influência direta das barragens e a frequência anual deste exercício são exemplos desse compromisso", afirmou Leandro Faria, gerente de Sustentabilidade da CBA.

Tags