Produção em 2021 tem crescimento de 14%

17/01/2022
Todas as produções apresentaram crescimento acima do ponto médio do guidance e um aumento em relação ao ano anterior. 

A Lundin Mining produziu 262.884 toneladas de cobre em 2021, um aumento de 14% em relação a 2020, enquanto a produção de zinco atingiu 143.797 toneladas e a de ouro somou 167 mil onças. Todas as produções apresentaram crescimento acima do ponto médio do guidance e um aumento em relação ao ano anterior. 

A produção de cobre na mina Candelaria somou 151.719 toneladas em 2021, enquanto a de ouro somou 91 mil onças em 2021. As operações do quarto trimestre foram particularmente fortes, produzindo 45.573 toneladas de cobre e 26 mil onças de ouro, o maior desempenho desde o terceiro trimestre de 2017. 

A produção de cobre da Chapada de 52.019 toneladas excedeu o guidance e a produção de ouro de 76 mil onças alcançou o topo do guidance anual. O estado de Goiás e as regiões ao redor da Chapada tiveram chuvas acima do normal durante a estação chuvosa de 2022. De acordo com a empresa, Chapada está administrando bem as chuvas e continua operando com segurança. A Eagle alcançou um desempenho operacional forte e consistente novamente em 2021. A produção de níquel totalizou 18.353 toneladas e a produção de cobre de 18.419 toneladas. As duas ficaram dentro da meta anual de 2021. 

A produção de cobre de Neves-Corvo de 37.941 toneladas atingiu o limite superior do guidance anual e a produção de zinco de 66.031 toneladas ficou dentro de 1kt do guidance. As operações do quarto trimestre foram as mais fortes do ano. A construção do Projeto de Expansão de Zinco (ZEP), para dobrar a capacidade atual de produção de zinco e melhorar o custo operacional unitário, foi substancialmente concluída no final de 2021 com o início do comissionamento do sistema de manuseio de materiais da mina e da planta de processamento de zinco expandida. A produção de 77.766 toneladas de zinco de Zinkgruvan excedeu a meta de produção anual.

A Lundin Mining alcançou uma nova melhor taxa de frequência total de lesões registráveis (TRIF) em 2021, com uma taxa de 0,54 por 200.000 horas trabalhadas. O resultado de excelência em segurança foi alcançado durante um ano em que a empresa registrou aumento nas atividades operacionais, particularmente atividades relacionadas a projetos na ZEP Neves-Corvo, e durante um período de estresse da pandemia de COVID-19 em andamento.