Resultado recorde de quase US$ 1,9 bilhão em 2021

18/02/2022
As operações registraram um ano excelente, o que inclui o quarto trimestre e melhoria significativa em Candelaria.

A Lundin Mining Corporation registrou lucro ajustado de US$ 281,5 milhões (US$ 0,38 por ação) no quarto no trimestre de 2021 e US$ 820,6 milhões (US$ 1,11 por ação) no ano. O EBITDA ajustado somou US$ 623,0 milhões no último trimestre e US$ 1.869,4 milhões no ano. O lucro bruto encerrado em 31 de dezembro de 2021 foi de US$ 1.369,7 milhões, um aumento de US$ 871,6 milhões em comparação com o ano anterior devido principalmente aos preços mais altos do metal (US$ 1.030,6 milhões), parcialmente compensados por custos de produção mais altos devido a aumentos de preços inflacionários. “Conseguimos aproveitar o ambiente favorável de preços de metais básicos e estabelecer muitos recordes financeiros de todos os tempos da Lundin Mining em 2021, incluindo a geração de lucro líquido de quase US$ 880 milhões, EBITDA ajustado de US$ 1,9 bilhão, fluxo livre de caixa de mais de US$ 1 bilhão e dividendos pagos de mais de US$ 225 milhões”, disse Peter Rockandel, presidente e CEO da Lundin Mining. 

As operações registraram um ano excelente, o que inclui o quarto trimestre e melhoria significativa em Candelaria. O Projeto de Expansão de Zinco em Neves-Corvo estava substancialmente concluído no final do ano e o comissionamento está em andamento. Já o trabalho de estudo de expansão e crescimento futuro da vida útil das minas foram avançados para as minas subterrâneas Candelaria, zona Keel de Eagle East e Chapada. “Estamos muito animados com a descoberta do prospecto de cobre-ouro Saúva de alto teor e potenciais implicações positivas para as alternativas de expansão de Chapada. A aquisição da Josemaria Resources, para o seu projeto de cobre-ouro de classe mundial, será concluída no segundo trimestre de 2022”. 

A produção em Chapada atingiu 52.019 toneladas de cobre e aproximadamente 76.000 onças de ouro, com a produção de cobre superando o guidance e a produção de ouro alcançando o limite superior do guidance. Um novo recorde anual de produção de 24,1 Mt processadas foi estabelecido em 2021. A produção de cobre também foi maior do que 2020, embora a produção de ouro tenha sido menor devido aos teores mais baixos planejados. Os custos de produção foram US$ 114,4 milhões maiores do que no ano anterior devido a uma redução não caixa do estoque de minério e impactos inflacionários nos custos.

Espera-se que os gastos totais de exploração planejados sejam de US$ 45,0 milhões em 2022, inalterados em relação às orientações anteriores. Aproximadamente US$ 40,0 milhões serão gastos apoiando metas significativas dentro e perto das operações (US$ 15,0 milhões em Candelaria, US$ 10,0 milhões em Chapada, US$ 8,0 milhões em Neves-Corvo, US$ 5,0 milhões em Zinkgruvan e US$ 2,0 milhões em Eagle). O restante destina-se a adiantar as atividades em fase de exploração e projetos de desenvolvimento de novos negócios.