29/11/2018
ESPODUMÊNIO

SIGMA e Mitsui assinam acordo offtake

A SIGMA Lithium Resources assinou contrato offtake com a Mitsui & Co., Ltd. do Japão. Pelo acordo a empresa japonesa fornecerá uma linha de pré-pagamento para uma parte do financiamento de US$ 30 milhões necessários para a SIGMA avançar na construção de uma planta de produção comercial. A Mitsui e a SIGMA concordaram em certos termos e condições preliminares para um acordo de compra potencial que concederia à Mitsui o direito de comprar da Sigma até um terço de sua produção comercial inicial de concentrado de espodumênio de grau de bateria em uma base anual na época. - preços de mercado anteriores por um prazo inicial de seis anos, sujeitos a dois períodos consecutivos de prorrogação de cinco anos. A consumação das transações contempladas estão sujeitas à negociação de documentação definitiva e outras condições habituais de fechamento.
 
"Estamos muito satisfeitos com este primeiro passo no estabelecimento de uma parceria estratégica offtake com a Mitsui, pois compartilhamos a mesma visão em relação ao desenvolvimento da cadeia de valor global de baterias. Acreditamos há tempos que as parcerias certas trazem importantes e críticos benefícios intangíveis à SIGMA, às comunidades locais do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais e aos nossos acionistas", declarou Calvyn Gardner, presidente e diretor executivo da SIGMA. 
 
O financiamento concedido será utilizado em diversos investimentos, como o Projeto Grota do Cirilo da SIGMA, que inclui construção e instalação de planta de produção comercial, além da infraestrutura do projeto e equipamentos para implementar técnicas ambientalmente avançadas na unidade comercial, incluindo circuito de reciclagem de tratamento de água e empilhamento a seco. Ana Cabral, vice-presidente da SIGMA, comentou: "A Sigma fez progressos significativos para garantir o financiamento para a construção de sua fábrica comercial no início do ano que vem. Estamos honrados em dar as boas-vindas à Mitsui como parceira de vendas, com quem compartilhamos valores semelhantes e uma longa história no Brasil, onde a Mitsui tem uma presença corporativa significativa e experiência empresarial, inclusive como acionista da Vale, a mineradora global sediada no Brasil ".
 
A SIGMA está realizando um estudo de viabilidade definitivo para o Projeto, que atualmente contempla uma produção anual de 240 mil toneladas de concentrado de espodumênio para baterias. A SIGMA acredita que haverá um potencial significativo para expandir economicamente a capacidade de produção. Se esse estudo de viabilidade definitiva sugerir isso, a SIGMA deseja realizar novos estudos como um primeiro passo para aumentar a capacidade de produção do Projeto para 440 mil toneladas anuais no futuro. 
 
Sob o termo de prazo, a SIGMA também concederia à Mitsui o direito de comprar uma parte da expansão da produção, desde que a Mitsui participe dos futuros financiamentos necessários para financiar as despesas de capital para a ampliação do projeto. "Estamos também continuando as discussões sobre facilidades de financiamento adicionais e acordos de compra com outras contrapartes de alta qualidade que têm crescentes exigências de concentrado de espodumênio para os próximos cinco anos. Nosso objetivo é assegurar vendas de longo prazo para uma porção razoável da produção da Sigma em os primeiros anos do nosso projeto, descentralizando ainda mais ”, acrescentou Ana Cabral.

Veja também

08/11/2018
ESPODUMÊNIO | Sigma Lithium avança com projeto
18/10/2018
ESPODUMÊNIO | SIGMA envia amostras à Ásia