31/08/2017
NÍQUEL

Codemin comemora 35 anos de atividades

Operação de níquel da Anglo American, a Codemin comemora 35 anos de atividades em Niquelândia (GO) em 2017. A empresa participa da vida da comunidade local através de projetos socioambientais que contribuem para o desenvolvimento da região e da população. A operação da empresa no município gera atualmente quase 700 postos de trabalho, dos quais 80% são ocupados por mão-de-obra local. 
 
No último ano a produção de níquel atingiu 9 mil toneladas e gerou receita de R$ 1,1 milhão em impostos. Com a produção estabilizada atualmente, a Codemin teve importante contribuição para o processo de consolidação das operações de níquel da Anglo American em Goiás. Além da Codemin, a empresa está presente também na vizinha Barro Alto, que fica a cerca de 100 km a sudoeste de Niquelândia. Juntas, as duas operações responderam por uma produção de 44.500 toneladas de ferroníquel no ano passado. Para 2017, a expectativa de produção permanece entre 43 e 45 mil toneladas. Somente de 2012 até 2016, a Codemin já teve recolhidos R$ 61,9 milhões em impostos, tributos e contribuições. O Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), por exemplo, que é estadual, responde sozinho por mais de 90% de toda a contribuição da empresa nesse mesmo período. 
 
A Codemin começou a ser construída em 1979 em um investimento de US$ 100 milhões com participação dos governos federal, estadual e municipal, de órgãos internacionais, organizações não-governamentais e da comunidade de Niquelândia. Três anos depois foi produzido o primeiro metal na linha 1. A segunda linha de produção entrou em funcionamento em maio de 1983. O projeto Niquelândia figurou, na época de sua implantação, como um dos maiores empreendimentos de Goiás, criando empregos e anunciando maior desenvolvimento e geração de renda.
Na década de 80 a construção da planta de Niquelândia atraiu uma série de melhorias para a região. Foi necessária a construção de pontes, estradas e uma linha de transmissão de energia elétrica de cerca de 275 km, de Brasília até Niquelândia. 
 
Atualmente, a Codemin conta com 430 empregados próprios mais 250 terceirizados, sendo mais de 80% da mão-de-obra formada por profissionais da região. Além das oportunidades profissionais, a instalação da empresa na cidade trouxe também novas chances de qualificação para os moradores locais. A melhoria significativa na capacitação e profissionalização da mão-de-obra local veio com a implantação do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em 2006, fruto de uma parceria entre a Anglo American e a Prefeitura de Niquelândia.

Veja também