29/04/2020
MINÉRIO DE FERRO

Vale retomará operações em Timbopeba

A Vale anunciou que retomará, em maio, as operações de processamento a seco na mina de Timbopeba, parte do Complexo Mariana (MG). A produção foi autorizada por auditoria externa contratada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MP-MG), conforme acordo entre a Vale e os Promotores na Ação Civil Pública de Timbopeba. As operações na mina de Timbopeba estavam suspensas desde março de 2019.

A mineradora concluiu testes de gatilho em janeiro deste ano, o que acabou certificando a ausência de impacto nas estruturas geotécnicas do site. A medida permitiu o reinício das operações de processamento a seco com produção de aproximadamente 330 mil toneladas por mês de finos de minério de ferro. As atividades de manutenção para garantir um retorno seguro às operações foram concluídas com êxito. 

As atividades de processamento a úmido devem ser retomadas no quarto trimestre de 2020, após a conclusão da construção de um duto para a disposição de rejeitos na cava de Timbopeba e dependem de autorização externa. A retomada das atividades de processamento a úmido permitiria à operação atingir sua capacidade total de produção de cerca de 1 milhão de toneladas por mês. A Vale avalia alternativas para antecipar a retomada das atividades de processamento a úmido. A retomada do processamento a seco e o retorno esperado do processamento a úmido no último trimestre do ano já estão incluídos no guidance de produção de finos de minério de ferro da Vale para 2020, de 310-330 milhões de toneladas.

Veja também

11/08/2020
LOGÍSTICA | Bahia reclama de processo da FIOL
06/08/2020
MINÉRIO DE FERRO | Exportações menores no semestre
06/08/2020
BRUMADINHO | Reparação continua, mesmo na pandemia
03/08/2020
TRANSPARÊNCIA FISCAL | Vale divulga primeiro relatório anual
28/07/2020
NOVA CALEDÔNIA | Vale prorroga prazo para venda