29/06/2020
NEXA

Testagem em massa de colaboradores

A Nexa iniciou testagem para COVID-19 em todos os colaboradores diretos e terceiros que atuam na implantação do Projeto Aripuanã (MT). Atualmente, a companhia conta com mais de 1.800 profissionais que trabalham no principal projeto mineral de Mato Grosso. A estratégia é uma medida de combate à pandemia, especialmente porque é capaz de detectar casos assintomáticos da doença e possibilita maior agilidade no isolamento dos trabalhadores positivados, assim como seus contactantes.

De acordo com a Our World In Data, publicação especializada em expor pesquisas e dados analíticos sobre mudanças nas condições de qualidade de vida ao redor do mundo, até início de junho a média de testagem para COVID-19 no Brasil foi de 2,28 pessoas para cada mil habitantes. Considerando a projeção atual de 22 mil residentes, a Nexa realizará em Aripuanã 91 testes para cada mil habitantes, números bastante superiores à média nacional e capaz de projetar o município como um dos territórios com maior percentual de testagem no Brasil.

"A testagem em massa é uma das recomendações da OMS para enfrentar a disseminação do vírus. Na prática, vamos testar periodicamente cerca de 10% dos atuais residentes de Aripuanã. Seguiremos com os testes rápidos durante três meses, quando reavaliaremos a necessidade de continuarmos com a estratégia", comenta Rodrigo Fonseca, Gerente Geral de Mineração do Projeto Aripuanã. O prefeito do município, Jonas Rodrigues Canarinho, afirma que as medidas de prevenção adotadas irão contribuir com o esforço municipal no combate à propagação da doença. "O trabalho preventivo é mais eficiente como a correta e precoce identificação e os cuidados com os casos suspeitos", avalia.

A testagem em massa foi devidamente pactuada com o Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça (TJ), Vigilância Sanitária e Prefeitura Municipal de Aripuanã. A testagem em massa soma-se a outras medidas adotadas pela Nexa em Aripuanã, como a doação de testes rápidos, disponibilização de UTI aérea e entrega de mais de 70 mil EPI’s aos profissionais da saúde pública, resultado da parceria com o Instituto Votorantim.