16/06/2020
JAGUAR MINING

Sistema anticolisão para mina subterrânea

O 4° ciclo do M-Star, programa de inovação aberta que visa solucionar desafios comuns ao setor de mineração no Brasil, terá a participação da Jaguar Mining. Promovido pelo Mining Hub, o projeto recebe inscrições de start-ups e ecossistemas de inovação (projetos acadêmicos e empresas de base tecnológica) interessadas em propor soluções aos desafios ligados a seis temáticas principais): Eficiência Operacional, Fontes de Energia Alternativa, Gestão de Água, Gestão de Resíduos, Desenvolvimento Social e Saúde e Segurança Ocupacional.

No quesito de Eficiência Operacional, a Jaguar Mining apresentará o “Sistema anticolisão de baixo custo para mina subterrânea”, com o intuito de preservar a segurança dos colaboradores, reduzir em pelo menos 50% o custo com acidentes e aumentar a disponibilidade de equipamentos. O projeto é liderado pelo coordenador de lavra e desenvolvimento da empresa, Filipe Sá, pelo analista de segurança, Guilherme Neves, e pelo coordenador de elétrica, Junio Guimarães, e será implementado na Mina de Ouro Pilar, localizada no município de Santa Bárbara (MG). “Como são locais estreitos e com condições de visibilidade de moderada a baixa, enfrentamos adversidades que poderão ser solucionadas com a implementação do sistema anticolisão. Estamos engajados e certos de que a nossa proposta resultará em diversas melhorias operacionais, reforçando nosso principal valor, que é a segurança”, explica Filipe Sá.

“Estamos permanentemente buscando processos mais seguros, rentáveis e socialmente responsáveis. Comprometida com a excelência desses processos internos, nossa equipe foi consciente ao propor um projeto inovador, que, quando implementado, garantirá mais confiança para os empregados e redução de custos para a empresa”, comenta o gerente geral de suprimentos, projetos e meio ambiente, Roberto Piragibe. O M-Start é um programa orientado à inovação aberta com o propósito de desenvolver Provas de Conceito (PoC) de projetos capazes de solucionar os principais desafios da cadeia de mineração no Brasil. O M-Start tem duração de seis meses (julho a dezembro de 2020), sendo um mês dedicado ao planejamento e cinco meses para implantação das PoCs.

Veja também