04/02/2021
LÍTIO

Sigma quer captar C$ 30 milhões com ações

A Sigma Lithium anunciou que pretende concluir uma colocação privada de até 7,5 milhões ações ordinárias a serem emitidas a um preço de C$ 4,00 por ação, o que geraria uma receita bruta de até C$ 30 milhões. A expectativa da companhia é que os investidores institucionais, incluindo os principais investidores globais com foco em ESG e sustentabilidade, representem a maioria dos investidores na Oferta. O fechamento da Oferta está sujeito às condições habituais, como o recebimento de todas as aprovações necessárias, incluindo a aprovação da TSX Venture Exchange (a "TSXV").

A Companhia pretende usar os recursos líquidos da Oferta conforme descrito em seguida e para fins corporativos gerais. Os usos específicos esperados dos recursos líquidos são: financiar os fluxos de trabalho adicionados em dezembro de 2020 com o objetivo de redimensionar o projeto de lítio da Grota do Cirilo; Desenvolvimento da Fase 2 de produção (depósito do Barreiro) previsto para 2023 -- elaboração de estudo de pré-viabilidade (e posteriormente estudo de viabilidade) para atualização do laudo técnico do Projeto Grota do Cirilo; Pré-desenvolvimento da produção da Fase 3, planejado para 2024-2025, incluindo um programa de perfuração a diamante de 20 mil metros com o objetivo de agregar recursos minerais de acordo com os critérios do Instrumento Nacional 43-101 e a preparação de um estudo de avaliação econômica preliminar, que também será utilizado para atualizar o Relatório do Estudo de Viabilidade; Financiar um amplo conjunto de programas ambientais e sociais em andamento, instituído pela Companhia, que visa implementar ações para mitigar, prevenir, controlar e compensar de forma proativa os impactos ambientais que eventualmente possam ser causados ​​pela atividade de mineração a ser desenvolvida pela Sigma. 

A fim de aumentar a flexibilidade financeira da Sigma durante a construção e aumentar o valor máximo que poderia ser sacado sob o mecanismo de financiamento de projetos da Empresa com o Société Générale ("Project Finance") de US$ 45 milhões para US$ 50 milhões, a Sigma planeja direcionar US$ 5 milhões dos recursos da Oferta para sua conta poupança no Banco Nacional, somando-se aos US$ 10 milhões atualmente reservados como componente de capital do Project Finance. Isso elevaria o patrimônio total reservado pela Empresa para o Project Finance para US$ 15 milhões. 

A Oferta está programada para fechar em ou próximo a 10 de fevereiro de 2021 e está sujeita a certas condições, incluindo, mas não se limitando a, o recebimento de todas as aprovações necessárias, incluindo a aprovação da TSX Venture Exchange e das autoridades reguladoras de valores mobiliários.