28/10/2019
MINÉRIO DE FERRO

Samarco já pode voltar a operar

A Câmara de Atividades Minerárias (CMI) do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) concedeu à Samarco, no dia 25 de outubro, a Licença de Operação Corretiva (LOC) para suas atividades operacionais no Complexo de Germano, localizado em Minas Gerais (MG). 

Com a obtenção da LOC, a Samarco agora possui todas as licenças ambientais necessárias para reiniciar suas operações, o que deve ocorrer no prazo de 12 meses. É que, para voltar a operar, a empresa deve utilizar novas tecnologias para o empilhamento de rejeitos a seco. Portanto, para voltar a operar a Samarco precisa implementar o sistema de filtragem, o que demora cerca de um ano. Até lá, ela se mantém em prontidão operacional, que inclui a manutenção de equipamentos.

Com o processo de filtragem, a Samarco poderá filtrar a parte arenosa do rejeito (80% do total em volume) e empilhá-la de forma segura. Os 20% restantes serão depositados na cava Alegria Sul, uma estrutura rochosa confinada, o que aumenta a segurança. As obras de preparação da cava Alegria Sul começaram em outubro de 2018 e foram concluídas em meados deste mês.

“Com a aprovação da LOC, a Samarco está autorizada a reiniciar as operações. Entretanto, inicialmente precisamos adotar novas tecnologias de filtragem que aumentarão a segurança, o princípio fundamental que guia o nosso trabalho”, afirma o diretor-presidente, Rodrigo Vilela.

 

Veja também

24/03/2020
MINÉRIO DE FERRO | Exportações despencam no bimestre
11/03/2020
MINÉRIO DE FERRO | Morro do Ipê investe US$ 200 mi em Tico-Tico
06/02/2020
MINÉRIO DE FERRO | Aprovada venda de minas da Vale
06/02/2020
FERRO GUSA | CSP atinge 10 milhões t
16/01/2020
MINÉRIO DE FERRO | Exportações alcançam 275 milhões t
16/01/2020
ESTÁGIO | Samarco oferece vagas para 2020
11/12/2019
MINÉRIO DE FERRO | Cadence obtém concessão para ferrovia
04/12/2019
MINÉRIO DE FERRO | Porto de Fortaleza fará embarques em 2020
04/12/2019
MINÉRIO DE FERRO | Exportações somam 250 milhões t