02/03/2021
MINERAÇÃO

Pela primeira vez, ELAMI será virtual

O Encontro Latino-Americano de Mineração – ELAMI acontece entre 2 e 5 de março de 2021, com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a liderança da Associação Colombiana de Mineração (ACM), juntamente às principais associações do setor mineral latino-americano e a Jaime Arteaga & Asociados (JA&A). Pela primeira vez, o evento será realizado virtualmente. O Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) representa a mineração brasileira na organização do ELAMI.

O ELAMI 2021 tem como objetivo incentivar um diálogo regional em que autoridades e especialistas do Brasil, Argentina, Peru, Chile, Equador, Colômbia e Panamá discutirão como a indústria minerária está enfrentando os desafios econômicos, ambientais e sociais impostos pelo novo cenário mundial. O encontro reunirá Ministros de Minas e de Meio Ambiente da região, que discutirão as oportunidades e avanços da indústria da mineração em meio à luta mundial contra as mudanças climáticas, o papel da democracia e os desafios da participação cidadã, entre outros temas. A abertura do ELAMI contará com a participação do Presidente da República da Colômbia, Iván Duque Márquez, país anfitrião.

A mineração responde por uma porcentagem importante do PIB, com uma contribuição significativa na receita e nos royalties para algumas das principais economias latino-americanas. No entanto, com a pandemia, a volatilidade dos preços, a baixa produção, a queda das matérias-primas e o conflito social demandam uma conversa regional sobre os novos cenários e desafios da indústria para que impulsione suas operações e consolide sua expansão pós-pandemia. “Existem muitos desafios no caminho da evolução do setor mineral. A mineração latino-americana precisa passar por uma transformação em seus processos produtivos, de modo a elevar seu patamar de sustentabilidade e segurança operacional, tornar-se mais competitiva sem esquecer-se de manter um relacionamento cada vez mais próximo e transparente com as pessoas, a ponto de vir a ser apoiado e, principalmente, reconhecido como um parceiro do desenvolvimento socioeconômico das nações mineradoras”, diz Flávio Ottoni Penido, diretor-presidente do IBRAM. 

“As nações produtoras de minerais têm grandes desafios para 2021. Uma sociedade cada vez mais participativa, as mudanças climáticas, a equidade de gênero, a competitividade e a sustentabilidade ambiental não são conversas alheias a esta indústria; uma nova realidade exige que estabeleçamos como devemos enfrentar estes desafios e buscar alternativas e mecanismos para que o setor continue sendo fundamental para a recuperação das economias retraídas pela pandemia. O ELAMI será o espaço mais oportuno para iniciar esta tarefa conjunta que todos temos”, diz Juan Camilo Nariño, Presidente da Associação Colombiana de Mineração.

Durante o ELAMI 2021 também serão divulgados os resultados do primeiro estudo de opinião pública sobre a indústria de mineração da região. Jaime Arteaga de Brigard, CEO da empresa de consultoria JA&A e coorganizador do evento, observa que “apesar de 79% das pessoas na América Latina considerarem que a mineração bem feita traz desenvolvimento para as regiões onde atua, o reconhecimento desta atividade no âmbito municipal é muito menor: apenas 50% dos habitantes dos países latino-americanos consideram a mineração positiva para seu município”. O acesso ao ELAMI será totalmente gratuito e os participantes poderão fazer perguntas sobre os diferentes painéis com os especialistas em meio ambiente, mineração, mudanças climáticas, transição energética, participação cidadã na região, entre outros. Os interessados poderão se inscrever gratuitamente e consultar a agenda acadêmica no site https://encuentrodemineria.com/

 

Veja também