01/07/2020
VANÁDIO

Pöyry firma acordo com a Largo

A finlandesa Pöyry assinou novo contrato com a Largo Resources para atuar na nova planta de processamento de trióxido de vanádio (V2O3) a ser construída no município de Maracás (BA). A unidade terá capacidade para produzir 14 toneladas diárias de V2O3. 

A Largo investirá cerca de US$ 10 milhões na planta, a ser construída em duas etapas. As obras civis da primeira fase estão previstas para o início do segundo semestre, e a partida da unidade, no 2º trimestre de 2021. Cerca de 20 colaboradores da Pöyry estão trabalhando no projeto da Largo juntamente com o apoio do time da Finlândia, que esteve à frente do projeto de uma das duas únicas fábricas no mundo capazes de produzir trióxido de vanádio. Os serviços começaram em abril e deverão ser concluídos até julho.

"A escolha da Pöyry para desenvolver este projeto demonstra a confiança da Largo Resources na qualidade do nosso trabalho, em um projeto de muito rigor técnico, e nos permitirá aplicar a expertise tanto de nosso time local quanto da Finlândia, com uma integração de competências de alto nível", afirma Fábio Bellotti da Fonseca, presidente da Pöyry no Brasil, ao destacar que a empresa está orgulhosa de ter conquistado o contrato para mais esta etapa do empreendimento. Em 2019, a empresa realizou o estudo conceitual da nova planta.

Veja também

29/04/2020
ENGENHARIA | Pöyry cria unidade para OPEX
22/04/2020
MANIFESTO NÃO DEMITA | Pöyry garante empregos até o fim de maio
14/04/2020
VANÁDIO | Largo produz mais 35% no trimestre
31/03/2020
VANÁDIO | Largo anuncia novos investimentos
23/01/2020
VANÁDIO | Riverbank quer explorar no Piauí
16/01/2020
VANÁDIO | Largo tem produção recorde em 2019
17/10/2019
ENGENHARIA | Pöyry abre Programa de Estágio