03/08/2020
COBRE

MVV avança obras do projeto Serrote

A Mineração Vale Verde (MVV) avançou, no segundo trimestre, as obras de implantação do projeto Serrote no município de Craíbas, no Agreste Alagoano. Ao todo, a companhia já concluiu 65% das obras e iniciou os desmontes – abertura da cava – com a movimentação de um milhão de toneladas de material no pre-stripping – retirada das primeiras camadas de rocha antes do início da lavra do minério. O projeto Serrote conta com 1,5 milhão de trabalhadores no canteiro de obras, dos quais 70% sendo mão-de-obra local. 

"Mesmo diante de tantos desafios, como a pandemia do coronavírus e as intensas chuvas que atingiram a região no primeiro semestre, nosso time tem conseguido com muita disciplina e resiliência avançar com o projeto Serrote. Estamos dentro do nosso cronograma e do nosso orçamento sempre com muita segurança e responsabilidade", afirma o CEO do Grupo Appian Brazil, Paulo Castellari. O projeto tem reservas publicadas de 85,5 milhões de toneladas de cobre sulfetado e a MVV estima iniciar sua operação no segundo semestre de 2021. Atualmente, mais de 30 empresas fornecedoras reforçam o trabalho de implantação do projeto Serrote.

O projeto engloba a lavra e o beneficiamento do minério de cobre. A mina a céu aberto tem vida útil de 13 anos e a capacidade nominal de produção será de 60 mil toneladas de concentrado por ano. O minério será destinado para exportações e a logística deve ser feita pelo porto em Sergipe. A MVV pertence ao Grupo de investimento Appian desde 2018 e deve receber aportes de US$ 250 milhões até o início da operação em 2021.