28/02/2019
BARRAGENS

Mosaic declara emergência em Araxá

A Mosaic Fertilizantes declarou situação de emergência após conclusão de auditoria na barragem de rejeitos B1/B4 do Complexo Mineroquímico de Araxá (MG). A inspeção foi realizada por uma empresa especializada e externa. Em nota, a Mosaic classificou a barragem como nível 1, e acionou o Plano de Ação Emergencial para Barragens de Mineração (PAEBM). "Considerando as alterações das novas normas da ANM (Agência Nacional de Mineração), o resultado do estudo técnico levou a consultoria a não emitir a Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) relativa à barragem B1/B4", disse a companhia. 
 
Embora não tenha sido localizado qualquer risco iminente, as operações de beneficiamento ficam paralisadas até uma próxima avaliação. A Mosaic anunciou que está tomando medidas para elevar a unidade aos novos padrões de segurança definidos pela ANM. "Todo este procedimento contou com a inspeção e aval de representantes da agência, que estiveram na unidade da empresa em Araxá". A empresa reforçou que esta barragem, no momento, não está recebendo rejeitos da produção de concentrado fosfático.
 
A Mosaic informou que não há moradias próximas à área que poderia ser afetada em um cenário de emergência. A barragem está localizada do lado oposto à Estância Hídrica do Barreiro e o núcleo urbano do município também não seria afetado em caso de qualquer incidente. "Todas as demais barragens da Mosaic Fertilizantes possuem certificado de estabilidade válido", destacou. O 5º Pelotão de Bombeiros Militar de Araxá confirmou que houve um alerta sobre a situação de emergência da barragem, emitido pela Mosaic, e disse que maiores informações estarão disponíveis somente na segunda-feira, 25 de fevereiro.