13/12/2018
MME

Ministro indicado recebe apoio

As associações que reúnem empresas petroleiras e mineradoras brasileiras afirmaram, em nota, apoiar o futuro ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, no desenvolvimento de políticas e de medidas de longo prazo para a atração de investimentos.
 
O Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) disse que continuará contribuindo com a formulação de políticas para o setor de energia Além da Petrobras, Shell, Exxon Mobil, Total, Equinor, que têm expandido cada vez mais investimentos no Pré-Sal brasileiro, são associadas ao IBP. “O instituto confia que o almirante Bento dará continuidade à implementação de reformas importantes do setor de óleo e gás e um calendário de Rodadas de Licitação que permitam a retomada da competitividade de um dos segmentos industriais mais importantes para a economia brasileira”, disse o IBP.
 
Já o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) disponibilizará todo o seu conhecimento técnico à disposição da equipe do futuro ministro para contribuir com a construção de uma política de longo prazo para o desenvolvimento da indústria da mineração. “O Ibram vê como positiva a indicação do novo ministro e acredita na sua capacidade em conduzir a pasta de acordo com as necessidades do País”, afirmou o Instituto, em nota. Na visão do Ibram, o setor mineral “apresenta enorme potencial para atrair investimentos e, assim, multiplicar a produção de bens minerais”.

Veja também

13/11/2019
GARIMPO | Bolsonaro quer concessão no MME
13/11/2019
BRUMADINHO | Aprovado relatório final da CPI
20/09/2019
UNIDADES DE CONSERVAÇÃO | Rejeitado PL que proibia mineração no entorno
12/09/2019
RECURSOS E RESERVAS | CBRR debate novos passos
25/07/2019
BALANÇA COMERCIAL | Setor tem superávit de US$ 11 bilhões
13/07/2019
LEILÃO DE ÁREAS | Publicado edital para Palmeirópolis