23/01/2020
NEXA RESOURCES

Mais de US$ 400 mi em investimentos

A Nexa Resources planeja investimentos próximos aos US$ 410 milhões neste ano, boa parte destinada ao projeto Aripuanã. “Vamos trabalhar para melhorar nossa performance operacional, buscando compensar fatores de mercado, como preços de metal mais baixos, de forma a entregarmos melhores resultados”, comentou o CEO da empresa Tito Martins. Só o projeto Aripuanã, que produzirá zinco, chumbo e cobre, deverá receber investimentos de U$ 220 milhões neste ano. Adicionalmente ao valor de Capex, serão investidos US$ 94 milhões nas áreas de tecnologia, social, exploração mineral e desenvolvimento de futuros projetos. 
 
A empresa atingiu as expectativas de vendas e produção de metais em 2019. Foram produzidas 361 mil toneladas de zinco, 38 mil toneladas de cobre, 51 mil toneladas de chumbo, 8,9 milhões de onças de prata de 25 mil onças de ouro. A estimativa da Nexa para 2020 é de que a produção de zinco seja similar à do último ano. Com a entrada em operação do projeto Aripuanã (MT) em 2021, o volume de zinco deve continuar em alta nos próximos anos, em especial em 2021, quando a projeção é de incremento de 4%. No ano seguinte, a expectativa de crescimento é de 7%. 
 
As vendas de metal (zinco metálico e óxido de zinco) alcançaram 621 mil toneladas em 2019, um incremento de 1% sobre o ano anterior. “2019 foi um ano desafiador, em razão do cenário macroeconômico internacional e da pressão de preços nas commodities. Diante disso, fizemos uma extensa revisão de nossos processos internos, priorizamos investimentos em iniciativas para ampliar a eficiência de nossas operações e gerar melhores retornos”, disse Tito Martins, CEO da companhia.