06/02/2020
BRUMADINHO

Instituto busca mineração mais sustentável

O Instituto Camila e Luiz Taliberti, fundado em São Paulo, tem como presidente a economista Helena Taliberti, uma das pessoas atingidas pela queda da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). 
 
Na tragédia, Helena perdeu a filha Camila, o filho Luiz, a nora e o neto, ainda em gestação, além do ex-marido e esposa. O instituto tem como objetivo contribuir com ideias e ajudar o Brasil a ter uma mineração sustentável. Helena disse que depois de Mariana e Brumadinho, a mineração não pode enterrar mais gente. 

Veja também

19/02/2020
TECNOLOGIA | Produto que impede arraste de carvão
23/01/2020
BRUMADINHO | MPMG denuncia 16 pessoas por homicídio
09/01/2020
RESTAURAÇÃO FLORESTAL | Reconhecimento internacional à CBA-UFV
13/12/2019
BARRAGEM DO FEIJÃO I | Especialistas apontam causas do rompimento
13/11/2019
SUSTENTABILIDADE | Programa da FLSmidth para cimento e mineração
13/11/2019
BRUMADINHO | Aprovado relatório final da CPI