Informe Mineral passa a ser trimestral

29/07/2021

A Agência Nacional de Mineração (ANM) lançou a primeira edição trimestral do Informe Mineral, publicação que mostra o desempenho do setor mineral brasileiro. Anteriormente o informe era semestral. Com a mudança, a ANM pretende fornecer informações mais atualizadas sobre valores e quantidades de produção, preços nacionais e internacionais das substâncias minerais, situação do mercado de trabalho e arrecadação de royalties e taxas da mineração brasileira. 

O Informe trimestral é mais sintético e tem textos mais objetivos, além de apresentar mudanças importantes na forma de obtenção e tratamento dos dados estatísticos, que tornam a publicação mais dinâmica. A mudança mais importante é a nova forma de cálculo do Indicador da Produção Mineral (IPM), que mostra a evolução percentual dos valores e quantidades de produção: agora, o IPM passa a se basear em 100% da base oficial de recolhimentos da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Com isso, utiliza dados concretos do momento em que a produção mineral é efetivamente comercializada ou transferida para a cadeia industrial, refletindo de forma mais imediata o impacto do setor na economia brasileira.

Outras novidades são a atualização da cesta de substâncias minerais que compõem as exportações e importações brasileiras no setor mineral, e a nova forma de captação dos dados do mercado de trabalho, que agora contemplam todos os tipos de vínculos formais de trabalhadores no setor, e não apenas a CLT.

“Passar a publicar o Informe Mineral a cada trimestre é uma iniciativa sintonizada não apenas com os projetos em andamento para a modernização da Agência Nacional de Mineração, mas, também, com a evolução cada vez mais rápida das variáveis nacionais e mundiais que influenciam a viabilidade dos projetos mineiros e os estudos acadêmicos no setor”, pontua Marina Dalla Costa, gerente de Economia Mineral da ANM. O novo Informe Mineral do 1º Trimestre de 2021 pode ser acessado no portal da Agência Nacional de Mineração www.anm.gov.br.