28/07/2020
GNL

Hydro pode usar combustível na Alunorte

A Hydro assinou memorando de entendimento com a Golar Power que permite a utilização de Gás Natural Liquefeito (GNL) em meados de 2022 em Barcarena (PA). A companhia pretende adaptar o processo de calcinação e parte da geração de vapor da refinaria Alunorte, localizada no município paraense, a fim de mudar de óleo combustível para o GNL.

A Golar Power tem como objetivo desenvolver e viabilizar o uso de gás natural por meio de um terminal de regaseificação de GNL, localizado próximo à Alunorte. "A Hydro está comprometida em impulsionar a sustentabilidade e as melhores práticas do setor. O projeto de GNL ajudará a tornar nossa operação mais sustentável e permitirá acesso ao gás natural para outras indústrias e consumidores no estado do Pará", diz John Thuestad, vice-presidente executivo da área de negócios de Bauxita e Alumina da Hydro.

A Alunorte será o primeiro consumidor significativo de gás no Pará. Este projeto está alinhado com a estratégia climática e o compromisso da Hydro de reduzir suas emissões de gases causadores do efeito estufa em 30% até 2030. A Hydro tem uma série de iniciativas para promover o desenvolvimento sustentável nas suas operações de Bauxita e Alumina, como o patrocínio ao Consórcio de Pesquisa em Biodiversidade Brasil-Noruega (BRC). São realizados estudos e melhorias por meio de programas de pesquisa para reabilitação e preservação da biodiversidade natural em áreas mineradas. 

A Hydro utiliza tecnologia de filtro prensa no refino de bauxita, investe em programas de pesquisa e tecnologia para uso de resíduos e novas aplicações, incluindo parceria recente com a Universidade Federal do Pará (UFPA), para pesquisa de viabilidade de produção de cimento de baixo carbono a partir de resíduos de bauxita.