10/11/2020
VALE

Fim do acordo de acionistas muda governança

A Vale informa que, no dia 9 de novembro de 2020, venceu o Acordo de Acionistas que havia sido firmado com Litela Participações S.A., Litel Participações S.A., Bradespar S.A., Mitsui & Co., Ltd. e BNDESPAR em agosto de 2017, com o objetivo de “proporcionar estabilidade à Companhia e ajustar sua estrutura de governança corporativa durante o período de transição para se tornar uma empresa de capital disperso”. Assim, a partir de 10 de novembro, as ações e os votos pertencentes a esses acionistas não mais estarão vinculados ao acordo. 

A Vale afirma que vem investindo na melhoria de sua governança e nesse sentido atualmente o seu Conselho de Administração é composto por mais membros com experiência em mineração ou indústria correlata, “com expertise em sustentabilidade e em governança, além de contar com a adição de três membros independentes”. Mais recentemente, a empresa anunciou o Comitê de Nomeação, que deverá propor melhorias relacionadas à estrutura, tamanho e competências do Conselho de Administração, “fatores essenciais para a definição dos candidatos para a Assembléia Geral Ordinária de 2021”.