02/04/2020
MULHERES NA MINERAÇÃO

Em busca da equidade de gênero

Cada vez mais as mulheres estão ampliando sua presença na mineração, setor que até há alguns anos era quase que exclusivo dos homens. No mês em que se comemora o Dia Internacional da mulher, data celebrada em 8 de março, o movimento Women In Mining Brasil (WIM Brasil) apresentou em Toronto, no Canadá, durante a realização do PDAC (Conferência da Prospectors & Deve- lopers Association of Canada), uma carta de compromisso para maior inclusão das mulheres na mineração, iniciativa que contou com o apoio do Ibram – Instituto Brasileiro de Mineração e adesão imediata das empresas Nexa Resources e Largo Resources / Vanádio de Maracás. O plano Women In Mining Brasil consiste em uma metodologia estratégica para auxiliar a indústria brasileira a executar ações significativas para incluir ativamente mais mulheres em todos os níveis e espaços de trabalho, principalmente em cargos de liderança. Oito estratégias estão previstas nas ações: Práticas inclusivas e Oportunidades de Carreira; Ambientes de trabalho seguro do ponto de vista físico e psicológico; Habilidade de reconciliar trabalho e compromissos pessoais; Sinais e símbolos de inclusão de gênero na cultura e no local de trabalho; Uma indústria que é imã de talentos; Diversidade de fornecedores, contratação de empresas lideradas por mulheres; Investimento nas mulheres presentes nas comunidades; e Desenvolvimento de talentos para o futuro investimento em STEM (Science, Technology, Engineering e Math). 

Para saber mais sobre o movimento de afirmação das mulheres na área de mineração acesse a matéria especial na edição 398 da Brasil Mineral, que ainda traz uma atualização da implantação do Projeto Aripuanã, o maior empreendimento de zinco atualmente em implantação nas Américas. A edição está acessível em:

www.brasilmineral.com.br/revista/398