13/11/2019
DESSALINIZAÇÃO

Codelco conclui licitação para projeto

A estatal chilena produtora de cobre Codelco concluiu licitação para o desenvolvimento, construção e operação de uma planta de dessalinização em todas as suas operações localizadas em Calama, na região de Antofagasta, no Chile. O projeto permitirá que a empresa substitua a água de cordilheira pela água do mar, proveniente do oceano Pacífico. A construção vai empregar aproximadamente 2.700 trabalhadores no pico da obra, prevista para começar no 1º trimestre de 2020 e estar concluída em 2022. 
 
A planta de dessalinização tem capacidade inicial de 840 litros por segundo e potencial de expansão para 1.956 litros por segundo. A construção inclui obras marítimas e sistema de impulsão de água que percorrerá mais de 160 km, com tubos e infraestrutura elétrica necessários para bombear a água a mais de três mil metros de altura. O traçado dos tubos começa ao sul da cidade de Tocopilla e termina no reservatório de água industrial na divisão Radomiro Tomic. O consórcio vencedor da licitação é liderado pela Marubeni Corporation (50%) e composto por Transelec (30%) e Techint Chile (20%). A parte de Engenharia, Compras e Construção (EPC) ficará a cargo da Techint Chile, enquanto que as operações e manutenção são de responsabilidade do consórcio Aguas Nuevas-IDE-Transelec. 
 
O projeto será desenvolvido por meio de um modelo de negócios em que o consórcio é obrigado a fornecer água dessalinizada à Codelco mediante a construção da planta e sistemas anexos, para posteriormente transferi-los no vencimento do contrato - 20 anos depois do início da operação. 
 
Inicialmente, a oferta significará uma redução de custo anual do consumo de água de 35%, em comparação às projeções iniciais do projeto. A planta de dessalinização e outros projetos similares planejados para a região de Antofogasta permitem vislumbrar que, em 2029, de 64% de toda água que a mineração exigirá nessa região virá do oceano. O projeto é considerado fundamental para que a Codelco continue com o desenvolvimento sustentável de suas operações no distrito norte.