17/10/2019
GERDAU

Casa Sustentável em Ouro Branco

A Gerdau lançou, em 15 de outubro, a primeira casa construída a partir de coprodutos da sua operação de mineração. Batizado de “Casa Sustentável”, o projeto abrange os equipamentos de educação ambiental do Programa Gerdau Germinar, apresentando ao público novos conceitos de sustentabilidade aplicados à atividade minerária e ao conceito de economia circular na habitação - um dos novos territórios de investimento social da Gerdau.

Em parceria com o Departamento de Engenharia de Minas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Gerdau viabilizou tecnologia pioneira para produzir blocos, argamassa e piso drenante, entre outros produtos de construção com rejeitos de minério de ferro. A tecnologia é uma alternativa para tornar a atividade minerária mais sustentável. O reaproveitamento dos coprodutos, oriundos do beneficiamento do minério de ferro, está alinhado ao futuro da atividade no Brasil, pois contribui para a diminuição da demanda por barragens e a criação de novas fontes de geração de renda para as empresas e as comunidades.

A “Casa Sustentável” tem 48m², sete cômodos e seguiu os pré-requisitos do programa Federal Minha Casa Minha Vida. O projeto da “Casa Sustentável” é fruto de um projeto do arquiteto Gustavo Penna, que buscou alternativas para combinar design e o melhor aproveitamento dos recursos naturais. ''Esse projeto é feito de matéria e espírito. A possibilidade de dar novos significados, ecologicamente adequados, para os coprodutos inutilizados da mineração é o que tornam essa Casa tão singular”, conta o arquiteto. Além disto, a Casa conta com sistemas ecologicamente corretos e que já estão acessíveis ao mercado, como aquecimento solar, a geração de energia, biodigestores, tanques de compostagem e captação de água pluvial. ''A mineração é um setor importante para a economia nacional e a base de muitos produtos que estão presentes em nosso cotidiano. Por isso, nós desenvolvemos a atividade de forma responsável, buscando constantemente soluções que tornem sua gestão inteligente e sustentável” afirma Wendel Gomes, Diretor de Mineração e Matérias-Primas da Gerdau.

A partir de novembro, estudantes e pesquisadores poderão visitar a “Casa Sustentável” no Biocentro do Gerdau Germinar. O espaço será utilizado em abordagens de educação ambiental do programa, com o objetivo de apresentar na prática a relevância da mineração para o mundo contemporâneo e diversas tecnologias que podem ser adotadas, de forma a deixar as casas mais sustentáveis. Com o objetivo de tornar a Casa Sustentável mais acessiva, foi criada uma versão de realidade aumentada, na qual os visitantes poderão interagir e aprender mais sobre os processos. Além disto, o visitante poderá levar um controle, que permite o acesso à Casa pela internet. A visitação ao Gerdau Germinar é aberta às escolas e aos pesquisadores de todo o país. Os interessados em conhecer o espaço podem entrar em contato pelo e-mail fernanda.souza@gerdau.com.br ou perlo telefone (31) 3749-5800.

Veja também

07/11/2019
EXPOSIÇÃO | LAMA lembra quatro anos de acidente
30/10/2019
PARAOPEBA | Obras de novo sistema de captação
26/09/2019
QUEIMADAS | Anglo American ajuda no combate
26/09/2019
TERRITÓRIOS IMPACTADOS | Vale investe R$ 190 milhões em Plano
20/09/2019
FUNDAÇÂO RENOVA | Obras de Bento Rodrigues em tour virtual
20/09/2019
MEIO AMBIENTE | Usiminas quer menos impacto em Ipatinga
12/09/2019
PRÊMIO | Imerys homenageada no REDES