11/12/2019
MINÉRIO DE FERRO

Cadence obtém concessão para ferrovia

A Cadence Minerals anunciou, juntamente com seus parceiros, um acordo com o Estado do Amapá para o restabelecimento da concessão da ferrovia entre a mina de minério de ferro Amapá e o porto de Santana (AP). O acordo saiu após aprovação do plano de reestruturação judicial anunciado em 30 de agosto de 2019. 
 
O projeto Amapá era da Anglo American plc e da Cliffs Natural Resources e consiste em uma mina de minério de ferro em larga escala, planta de beneficiamento, ferrovia e porto privado. Antes de sua venda em 2012, a Anglo American avaliou sua participação de 70% em US$ 462 milhões em seu Relatório Anual de 2012. O Projeto Amapá é 100% de propriedade da DEV Mineração S.A (DEV). 
 
O acordo para a concessão ferroviária é entre a Cadence, Indo Sino Pte. Ltd. e o governo do Amapá, incluindo as secretarias estaduais de transporte, planejamento, de meio ambiente e o escritório do procurador-geral e o gabinete do governador do Amapá. As concessões estão em vigor durante a vida útil da mina e permitem que a subsidiária 100% detida pela DEV opere a ferrovia, com o objetivo principal de transportar minério de ferro a mais de 180 km da mina até o porto de Santana. A ferrovia será mantida e aprimorada para uma capacidade inicial de aproximadamente 5,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e proporcionará um bom serviço aos passageiros. As concessões também permitem à DEV expandir a capacidade da ferrovia para transportar outros bens, caso haja demanda comercial.
 
A reintegração das concessões representa a satisfação de uma das duas principais condições prévias para o investimento da Cadence no Projeto Amapá e a liberação de US$ 2,5 milhões atualmente em custódia em uma conta fiduciária judicial. A segunda pré-condição é um acordo de liquidação com os credores bancários em relação aos empréstimos bancários garantidos. A Cadence continua em negociação com os bancos. 
 
Com a liberação do valor em custódia, a Cadence será dona de 20% do Projeto Amapá por meio da joint venture, que será proprietária de 99,9% da DEV. Os recursos serão utilizados para o pagamento de ex-funcionários e pequenos credores comerciais. Na liberação do dinheiro, o Governo do Amapá permitirá que o DEV inicie operações, inclusive no porto. O Presidente Não Executivo da Cadence, Andrew Suckling, comentou; "Para ecoar meus comentários anteriores, no tempo em que trabalhei com projetos de commodities em todo o mundo, raramente vi um projeto de mineração caducado com esse tipo de potencial. A reintegração da vida da concessão ferroviária da mina é o primeiro passo importante para a reabilitação. do Projeto Amapá, e falo para nosso conselho e investidores quando digo que esperamos que este seja um evento de mudança da empresa. A Cadence e a Indo Sino, juntamente com o governo do Amapá, trabalharam incansavelmente para concluir esta etapa fundamental, e estamos gratos por tudo o que alcançaram”. "Em sua vida anterior, a produção do Amapá contribuiu significativamente para a economia regional. É importante considerar as oportunidades de emprego e financiamento para infraestrutura, educação e saúde que uma mina reabilitada trará para essa parte do Brasil".
 
O CEO da Cadence, Kiran Morzaria, comentou; "Desde a aprovação do Plano de Reestruturação Judicial em agosto, trabalhamos com a Indo Sino e o Governo do Amapá para garantir esse primeiro passo importante para trazer o Amapá de volta à produção. Agora, garantimos as concessões da Ferrovia, uma vez que foi alcançado um acordo com os credores bancários, podemos iniciar operações nas minas, ferrovias e portos. Estou ansioso para fornecer ao nosso conselho e aos investidores novas atualizações de progresso”.

Veja também

16/01/2020
MINÉRIO DE FERRO | Exportações alcançam 275 milhões t
04/12/2019
MINÉRIO DE FERRO | Porto de Fortaleza fará embarques em 2020
04/12/2019
MINÉRIO DE FERRO | Exportações somam 250 milhões t
28/11/2019
MINÉRIO DE FERRO | Licitação da CBPM em Ibipitanga
13/11/2019
MINÉRIO DE FERRO | Minas-Rio deve produzir mais 21%
28/10/2019
MINÉRIO DE FERRO | Samarco já pode voltar a operar
23/10/2019
MINÉRIO DE FERRO | Licenciamento para expansão da mina do Baú
17/09/2019
MINÉRIO DE FERRO | CBPM vai licitar projeto em Ibipitanga
17/09/2019
MINÉRIO DE FERRO | Projeto da Bamin começa a sair do papel