23/09/2015
MINERAÇÃO

BHP lança Relatório de Contribuição Econômica

A BHP Billiton lançou o anuário de Contribuições Econômicas e Pagamentos para o Governo como parte de seu compromisso de transparência e divulgação voluntária. Publicado em conjunto com o relatório anual da empresa, o novo documento revela os pagamentos feitos a governos durante o exercício de 2015, numa base de país a país e projeto por projeto.

"A informação adicional que estamos fornecendo baseia-se na informação de impostos e pagamentos de royalties anuais que fornecemos em nosso Relatório de Sustentabilidade para os últimos 15 anos", disse Peter Beaven, CFO da BHP Billiton. "Criamos valor para os nossos acionistas e comunidades, através do desenvolvimento dos recursos naturais - e os nossos pagamentos de impostos e royalties são uma parte essencial desta contribuição”, comentou o executivo.

Para o exercício de 2015, a BHP Billiton pagou US$ 7,3 bilhões globalmente em impostos, royalties e outros pagamentos a governos.No período, a taxa mundial ajustada efetiva de imposto da BHP Billiton foi de 31,8% em comparação com a taxa corporativa média da OCDE de 25% e a taxa paga de impostos e royalties da Companhia foi superior a 45%. "Os pagamentos de impostos e royalties são apenas uma maneira em que podemos fazer a diferença", disse o Sr. Beaven. “No último ano, a contribuição financeira total da BHP atingiu US$ 35,7 bilhões, incluindo taxas e impostos e royalties. Isto inclui as contribuições voluntárias às comunidades anfitriãs, pagamentos a fornecedores, salários e benefícios dos empregados, bem como dividendos aos mais de seiscentos mil acionistas”.

"Começamos a divulgar voluntariamente os nossos pagamentos de impostos e royalties em 2000 e, desde então, tem aumentado progressivamente o detalhe nestas revelações", disse ele."A BHP Billiton está comprometida com os mais altos padrões de governança corporativa e nós procuramos incentivar reformas que melhoram a divulgação e transparência em todo o mundo”. "Isso inclui suporte para a criação de uma estrutura de divulgação obrigatória globalmente consistente com os acordos formais de equivalência entre jurisdições".

A BHP Billiton foi uma defensora da criação da Iniciativa de Transparência das Indústrias Extrativas (EITI) em 2002 e na avaliação de 2014 da Transparency International, a BHP Billiton está classificada como a empresa de mineração mais transparente e em quarto no geral, em nível mundial.