06/02/2019
FISCALIZAÇÃO

Barragens terão inspeção diária

A Agência Nacional de Mineração (ANM) determinou inspeções diárias em barragens de alteamento a montante em todo o Brasil. Atualmente, as mineradoras são responsáveis por 88 barragens e irão receber um ofício que altera as regras para divulgação dos resultados das inspeções nas estruturas. 
 
Anteriormente, as companhias realizavam inspeções quinzenalmente, mas a ANM quer que os dados sejam lançados no sistema integrado de gestão e segurança de barragens de mineração diariamente. “A gente está sentindo que alguns parâmetros estão fugindo à nossa análise. Para barragens com alteamento a montante, construídas na década de 70, os fatos têm mostrado que alguma coisa está ocorrendo e que tem alguma coisa que nós não estamos medindo. Então o objetivo é tentar entender o que que pode ser melhorado, visando justamente antever eventuais alterações de estabilidade das estruturas”, disse o gerente regional da ANM, Jânio Alves Leite.
 
Minas Gerais é o estado com o maior número de barragens com classificação de dano potencial alto. Isto significa que as barragens em caso de rompimento podem causar muitos prejuízos socioeconômicos e ambientais. A ANM admite que a fiscalização em Minas sempre foi deficiente pela falta de profissionais, e isto ficou mais latente após a tragédia em Brumadinho.

Veja também

19/02/2020
BARRAGENS | Vale descaracterizará Doutor
12/02/2020
BARRAGENS | Capitão do Mato elevada ao nível 2
30/01/2020
BARRAGENS | ANM pede alerta devido a chuvas
23/01/2020
BARRAGENS | Seminário debate monitoramento
23/01/2020
BARRAGENS | ANM faz balanço pós Brumadinho
09/01/2020
MINA DO FEIJÃO | Vale utiliza cava para rejeitos
09/01/2020
ANGLO AMERICAN | Sirene assusta comunidades
13/12/2019
BARRAGEM DO FEIJÃO I | Especialistas apontam causas do rompimento