07/01/2021
CFEM

Arrecadação cresce 35% e supera R$ 6 bi

O Departamento de Economia da Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais (AMIG) divulgou Boletim Mineral de 2020 sobre a arrecadação da CFEM (royalties de minério) durante o ano. No último ano, o valor arrecado com a CFEM superou os R$ 6 bilhões, um acréscimo de 35% comparado com 2019, quando foram arrecadados R$ 4 bilhões. 

Os estados do Pará e Minas Gerais responderam por mais de 90% de toda a arrecadação nacional, com de R$ 3,112 bilhões (51,19%) e R$ 2,364 bilhões (38,89%), respectivamente. Dos dez maiores municípios arrecadadores da CFEM, três são paraenses e o restante está em Minas Gerais. A liderança fica com Parauapebas (25,24%), seguido por Canaã dos Carajás (19,71%), ambos no Pará. O outro município paraense no top 10 é Marabá (2,62%), na nona posição. 

Os municípios mineiros na lista dos mais arrecadadores são Conceição do Mato Dentro (5,89%), Congonhas (4,35%), Itabirito (4,19%), Itabira (3,50%), Nova Lima (3,49%), Mariana (2,93%) e São Gonçalo do Rio Abaixo (2,23%). O estudo é assinado pela economista Luciana Mourão, da AMIG, baseado em dados divulgados pela Agência Nacional de Mineração (ANM).