23/09/2015
SIDERURGIA

ArcelorMittal investe 100 milhões de euros em Gijón

O projeto de reforma e recomissionamento de unidades existentes, com prazo de execução de dois anos, irão garantir o cumprimento das exigências ambientais definidas para implementação das melhores Técnicas Disponíveis (BAT, em inglês), tal como definidos no documento de referência aplicável (MTD), que entrará em vigor em 2016.

A principal fatia do investimento de mais de 100 milhões de euros será destinada à reconstrução de duas baterias do forno da planta de coque da Companhia em Gijón, Espanha. A ArcelorMittal instalará um sistema moderno de emissão e lavagem do coque e a implementação de um sistema para aproveitamento do subproduto. A reforma terá início em meados de 2016 e as baterias de fornos de coque devem atingir plena capacidade em 2019.

O projeto inclui também uma série de investimentos adicionais em outras instalações, para adaptar os seus processos após o reinício das baterias, que deverão produzir o primeiro lote de coque no primeiro semestre de 2018. Uma vez em funcionamento, as baterias de fornos de coque Gijón serão capazes de satisfazer os requisitos de coque do alto forno no local. Segundo a ArcelorMittal, o investimento vai garantir a produção de coque em Gijón para os próximos 40 anos, e contribuirá para assegurar o futuro da indústria do aço na região.