19/06/2019
METAIS

Appian inicia operações em MG e BA

O fundo de investimento londrino Appian iniciou as operações em duas minas que detém no Brasil: uma de cobre, em Alagoas, e outra de níquel, na Bahia. Em solo alagoano, o Projeto Serrote da Mineração Vale Verde (MVV), em Craíbas, receberá aportes de R$ 750 milhões para construção de um complexo para produção de concentrado de cobre. A produção será totalmente voltada ao mercado internacional. A expectativa é que as obras – já iniciadas - tenham duração de 18 meses e a mina entre em operação em 2021. O projeto da MVV tem apoio fiscal do Governo alagoano e isenção de 92% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) quando começar a produzir e vender o concentrado de cobre.

Já o projeto de níquel da Appian na Bahia é a mina de níquel Atlantics Nickel, antiga Mirabela, na cidade de Itagibá (BA). A produção de 110 mil toneladas de concentrado de níquel está prevista para ser iniciada até o final de 2019. Atualmente, o projeto gera 650 empregos diretos e indiretos. A expectativa é de retomar a produção na Mina Santa Rita, uma das maiores minas de níquel sulfetado a céu aberto do mundo, no último trimestre de 2019 e atingir sua capacidade máxima de produção ao longo dos próximos anos. A produção também será destinada ao mercado externo

O Appian foi criado em 2014 com o objetivo de investimentos em empresas de metais e de mineração, principalmente metais de base e projetos menores. O fundo não tem projetos que envolvem minério de ferro, que exigem investimentos e infraestrutura maiores. O fundo busca parcerias com proprietários locais, gestores e investidores para alavancar a sua experiência operacional e corporativa de classe mundial.