08/11/2018
SIDERURGIA

SSAB investe para ampliar capacidade

A SSAB anunciou investimento de quase 1 bilhão de coroas suecas na siderúrgica da SSAB Americas em Mobile, Alabama,  com o objetivo de ampliar a capacidade de produção de aços revenidos e temperados (Q&T) e reduzir custos. Os investimentos ocorrerão entre 2019 e 2021 e aumentarão a capacidade anual de aços Q&T em Mobile, a qual passará das 300 mil toneladas atuais para 400 mil toneladas. 
 
“A SSAB é líder global em aços Q&T e impulsionamos bastante o crescimento do mercado por meio do desenvolvimento conjunto de aplicações com nossos clientes. Nos últimos 20 anos aumentamos, em média, os volumes de Q&T em 7% ao ano. Existe um grande potencial de mercado, visto que a penetração dos aços Q&T ainda é relativamente baixa na América do Norte e América do Sul, por exemplo, onde planejamos aumentar a capacidade,” afirma Martin Lindqvist, presidente e CEO da SSAB.
 
O aporte é voltado às áreas de formatação, jateamento e pintura, bem como capacidade de transporte. Segundo a companhia, isso eliminará os gargalos de produção e aumentará a capacidade anual dos aços Q&T em Mobile. O investimento ocorrerá durante um período de três anos, de 2019 a 2021, sendo que a SSAB estima um retorno do investimento em menos de quatro anos. 
 
Ao mesmo tempo, um novo sistema de resfriamento acelerado também será instalado e isso aumentará o potencial de aumentar os volumes dos produtos premium mais avançados, ao mesmo tempo em que reduz a necessidade de ligas. O investimento foi projetado para incluir o potencial de desenvolver uma capacidade adicional de Q&T por meio da têmpera direta, semelhante à tecnologia atualmente usada nas instalações de produção da SSAB na Finlândia e na Suécia.

Veja também

14/11/2018
SIDERURGIA | Documento sobre uso de coprodutos
05/09/2018
SIDERURGIA | Gerdau vende ativo na Índia
02/08/2018
AÇO | Produção mundial cresce 4,6%
05/07/2018
SIDERURGIA | SSAB aposta na América Latina
14/06/2018
AÇO | Produção na AL cresce 5%
25/04/2018
SIDERURGIA | Desempenho no trimestre é positivo
18/04/2018
THYSSENKRUPP | União com a Tata Steel está próxima