08/11/2018
ESPODUMÊNIO

Sigma Lithium avança com projeto

O presidente e CEO da Sigma Lithium Resources Comporation, Calvyn Gardner, divulgou atualização sobre a construção do projeto de lítio da companhia, principais desenvolvimentos nos últimos meses e potenciais discussões off-take com parceiros estratégicos. No início de outubro a Sigma anunciou remessa de amostras de concentrado de lítio de alta qualidade com uma classificação média de 6,27% de Li2O e um tamanho de 9,3 mm para potenciais parceiros off-take de longo prazo na Ásia para validação. 
 
As amostras refletem a alta qualidade do concentrado de espodumênio da Sigma, incluindo suas baixas impurezas, especificamente baixos níveis de elementos alcalinos a 0,76% na forma de óxido de sódio mais óxido de potássio e baixos níveis de ferro a 0,79% como óxido de ferro.
 
A Sigma Lithium encomendou, em agosto deste ano, sua planta de produção fase 1 para produzir um concentrado de espodumênio grosso de alta qualidade, com 6% de Li2O. A unidade de produção é modular e a expectativa é que a produção inicial seja de 12 mil toneladas anuais de concentrado de espodumênio de lítio. “Ter um parceiro estratégico minimiza o risco, sabendo que temos um cliente de longo prazo comprometido com a compra do produto e, geralmente falando, para ajudar a financiar o projeto. Isso é muito útil para a mineradora conseguir chegar à produção mais cedo. Além disso, permite que o comprador proteja sua produção e execute sua estratégia de negócios mais rapidamente”. 
 
O CEO acrescentou que a empresa concluiu 30 mil metros de perfuração e, com base nos resultados obtidos até o momento, a projeção é expandir o recurso para cerca de 37 milhões de toneladas de minério - o que é muito significativo em termos de recursos de lítio. “Publicamos nosso estudo de escopo, mostrando que o projeto é economicamente viável e agora passamos para a próxima fase do nosso estudo de viabilidade, nível 3”.