06/12/2018
AGROMINERAIS

SGB/CPRM divulga estudo

O Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) e a Embrapa realizaram o trabalho Zoneamento Agrogeológico, apresentado durante o Seminário Remineralizadores de Solos: Zoneamento Agrogeológico, na sede do Ministério de Minas e Energia (MME), em Brasília (DF). O Brasil possui praticamente 100% das regiões cultiváveis próximas a áreas com potencial de oferta de agrominerais como fonte de potássio, cálcio e magnésio. O levantamento cita também outros insumos para a agricultura, como fósforo e microelementos. Entre os resultados do projeto está um mapa com o cruzamento de informações sobre zonas de consumo de agrominerais e regiões com potencial de produção desses insumos.
 
O estudo mostra que a partir dos dados geológicos disponíveis até o momento, há falta de oferta de agrominerais nas porções Centro-Sul do Mato Grosso e Noroeste da Bahia. 
 
O Brasil é dependente da importação de matérias-primas para a formulação de fertilizantes, além de estes produtos apresentarem baixa eficiência em solos de países de clima tropical e subtropical. Uma alternativa para aumentar a eficiência de uso de nutrientes nas condições brasileiras e reduzir importações é a utilização de agrominerais produzidos regionalmente. Também conhecido como "pó de rocha", o remineralizador de solos aumenta a eficiência dos macronutrientes essenciais (nitrogênio, fósforo e potássio) e secundários (cálcio, magnésio e enxofre), além de, muitas vezes, disponibilizar micronutrientes muito importantes, como silício, manganês, ferro, zinco, cobre, selênio, entre outros.