11/01/2018
CMOC

R$ 1,1 milhão a projetos socioambientais

A CMOC International Brasil selecionou parceiros que receberão aporte de R$ 1.165.854,01 em projetos socioambientais de Catalão, Ouvidor (GO) e Cubatão (SP), por meio de leis de incentivo fiscal e investimento próprio. Em 2017, as iniciativas comunitárias da empresa beneficiaram seis mil pessoas diretamente nos municípios de Goiás e na Baixada Santista, em São Paulo. Com o investimento de 2018, a expectativa é que o mesmo número de pessoas seja beneficiado e que as ações continuem a promover o crescimento dessas regiões. “Ao longo de 2017, realizamos um diagnóstico socioeconômico local com a participação de instituições sociais, representantes do poder público e demais atores sociais para retratar a realidade dos municípios que recebem as nossas operações. Com isso, desenhamos uma nova estratégia de investimentos sociais da CMOC, sendo ainda mais assertivos em atender às necessidades das comunidades”, afirma a Gerente de Comunicação e Gestão Social da CMOC, Ana Cláudia Gallo.
 
A CMOC patrocinará o projeto “Educando para um Desenvolvimento Sustentável”, conduzido pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recurso (ADRA), em Cubatão. A ação contempla a coleta de óleo de cozinha para reutilização na fabricação de sabão artesanal, que será posteriormente vendido, gerando renda para a comunidade. Outra ação para geração de renda terá o patrocínio via Fundo Estadual da Criança e do Adolescente de São Paulo – É o projeto “Jovens para o Futuro”, também desenvolvido pela ADRA no município do litoral paulista, que tem o objetivo de fomentar a qualificação profissional e educação para o trabalho de adolescentes e jovens para inserção no mercado de trabalho. 
 
Na área educacional a CMOC selecionou projetos educativos, com foco em cultura, esporte e lazer, como complementos da educação formal. Catalão recebe na área cultural o projeto “Orquestra de Cordas Dedilhadas e Coral Nova Vida”, desenvolvido pela Fundação Espírita Nova Vida (Fenova); “Mãos que Tocam”, da Instituição Obras Sociais Jorge Filho, e a Cia de Ballet do Sudeste Goiano, conduzido pela Associação Desportiva e Cultural de Dança. 
 
O “Orquestra de Cordas Dedilhadas e Coral Nova Vida” tem mais de 15 anos e já atendeu cerca de três mil crianças e adolescentes. “Por meio da parceria com a empresa, conseguimos manter as aulas que fazem a diferença na vida de muitos jovens. Temos adolescentes que começaram no projeto crianças e já estão conosco há quase 10 anos”, pontua a secretária do projeto da Fenova, Ângela Maria. Segundo ela, para participarem do projeto, os jovens têm que estar matriculados em escolas e com bom desempenho escolar. No município goiano de Ouvidor o programa “Esporte, Cultura e Lazer”, executado pela Secretaria Municipal de Promoção e Ação Social do município goiano desenvolve práticas esportivas e culturais de lazer para crianças e adolescentes, entre seis e 17 anos. Assim como nos projetos conduzidos pela Fenova, para ingressar no programa em Ouvidor os jovens devem cursar o ensino escolar regulamentar. 
 
Já em Cubatão (SP), a CMOC continua a apoiar os projetos “Cubatão Sinfonia”, executado pela Associação de Amigos da Banda Sinfônica de Cubatão; “Querô na Escola” e “Oficinas Querô”, conduzidos pelo Instituto Querô; e “Integrar Voleibol”, em parceria com a Associação Nacional de Desenvolvimento Esporte e Educação.

Veja também

14/12/2017
VOTORANTIM CIMENTOS | Apoio à Gestão Pública avança no MT
07/12/2017
COPEBRÁS | Apoio a produção de mini-metragens
01/12/2017
MINERAÇÃO &/X COMUNIDADES | Mineração combina com qualidade de vida?
16/11/2017
RESPONSABILIDADE SOCIAL | VCimentos é premiada pelo segundo ano
24/10/2017
MINERACÃO & COMUNIDADES | Como conciliar desenvolvimento e qualidade de vida?