09/11/2017
GERDAU

Produção e vendas crescem no trimestre

A produção de aço bruto da Gerdau no terceiro trimestre atingiu 4 milhões de toneladas, um crescimento de 4,3% na comparação com o mesmo período de 2016. As vendas de aço também apresentaram incremento, de 5,4%, passando de 3,668 milhões (terceiro trimestre de 2016) para 3,865 milhões de toneladas (terceiro trimestre de 2017. As vendas do trimestre apresentaram aumento em relação ao mesmo período de 2016, devido aos maiores volumes nas operações América do Norte e Aços Especiais, mais que compensando a redução de volumes da América do Sul, conseqüência da desconsolidação da Colômbia ocorrida em junho de 2017. 
 
A receita líquida da siderúrgica cresceu de R$ 8,699 bilhões para 9,476 bilhões na comparação trimestral, 8,9% superior. Em contrapartida, o lucro bruto da Gerdau caiu 7%, de R$ 1 bilhão, no terceiro trimestre de 2016, para R$ R$ 974 milhões no terceiro trimestre deste ano. O lucro líquido no trimestre cresceu 52,6%, de R$ 95 milhões para R$ 145 milhões na comparação dos trimestres. O Ebitda ajustado recuou 2,8%, de R$ 1,2 bilhão, entre julho e setembro de 2016, para R$ 1,16 bilhão no terceiro trimestre de 2017. A margem Ebitda na comparação dos trimestres caiu de 13,8% para 12,3%. 
 
Os investimentos da Gerdau em CAPEX somaram R$ 170 milhões no terceiro trimestre de 2017, sendo que 41,3% foram destinados para a América do Norte, 33,5% para o Brasil, 12,7% para Aços Especiais e 12,5% para a América do Sul. Nos primeiros nove meses de 2017 os investimentos em CAPEX somaram R$ 602 milhões, encerrando um ciclo de investimentos em expansão industrial e marcando a transição para o foco do CAPEX em manutenção e atualização tecnológica das unidades industriais. 
 
Em outubro, a Gerdau concluiu a venda de 100% de sua operação no Chile para os grupos familiares chilenos Matco e Ingeniería e Inversiones por US$ 154 milhões. A conclusão da transação ainda depende da aprovação do órgão de defesa de concorrência chileno. O desinvestimento está alinhado ao processo de otimização de ativos da Companhia, com foco em rentabilidade e na redução de sua alavancagem financeira.