13/04/2017
CBPM

Lucro líquido acima de R$ 8 milhões em 2016

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), registrou desempenho positivo, apesar do ano difícil e dos efeitos negativos que atingiram o setor mineral em 2016. Os preços das commodities internacionais permaneceram em baixa, acumulando variação negativa em relação a 2015. Isto fez com que a CBPM suspendesse a produção na mina de níquel de Itagibá temporariamente. A minha é arrendada pela CBPM e operada pela Mirabela Mineração.
 
Apesar dos percalços, a gestão equilibrada e alocação criteriosa dos recursos financeiros fizeram com que a CBPM registrasse lucro líquido superior a R$ 8 milhões, o que representou 18,1% da receita líquida, que ficou em R$ 44,3 milhões. O resultado financeiro do exercício de 2016 é mais que o dobro do exercício de 2015 que foi o montante de R$ 3,5 milhões.