30/10/2017
VALE

Ingresso no Novo Mercado em dezembro

No dia 22 de dezembro a Vale deverá estrear no Novo Mercado da B3 (antiga BM&F Bovespa), segundo afirmou o presidente da empresa, Fabio Schvartsman, em coletiva de imprensa sobre os resultados apresentados pela mineradora no terceiro trimestre de 2017. Na ocasião, ele comemorou a evolução do Ebitda para US$ 4,2 bilhões no período, resultado do prêmio obtido na venda do minério de ferro (US$ 4,2 por tonelada), redução do custo em US$ 0,7/t (apesar da valorização do real) e melhores resultados nas operações de cobre.

 

Ele prevê que a Vale deve reduzir sua alavancagem (leia-se endividamento) no quarto trimestre do ano, principalmente devido aos recursos de US$ 2,7 bilhões que deverão ingressar no caixa da empresa como parte do Project Finance do Corredor Lacala, em Moçambique. Os recursos serão usados para redução da dívida e não para distribuição de dividendos. A expectativa, segundo Schvartsman, é que a Vale entre em 2018 com um endividamento baixo.

 

O dirigente também anunciou que a Vale já iniciou um programa de redução de investimentos e só vai liberar projetos que tenham “certeza de retorno”. No terceiro trimestre de 2017, o total investido foi de US$ 863 milhões, uma redução de US$ 32 milhões em relação ao segundo trimestre de 2017. Nos primeiros nove meses do ano, a Vale investiu US$ 2,9 bilhões, que é o nível mais baixo, para o período, desde 2006. A estimativa é que a empresa feche o ano com um investimento total da ordem de US$ 4 bilhões.