Governo e Anglo American firmam parceria de R$ 4,4 bi

10/11/2021

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinou despacho governamental prevendo a adoção, por parte do Estado, de providências necessárias para o apoio e a assistência à Anglo American, nos seus projetos ligados à continuidade operacional do Minas-Rio e futuras expansões, com investimentos totais previstos de R$ 4,4 bilhões até 2025. 

O acordo amplia a parceria entre o governo estadual e a Anglo American. Atualmente, as partes possuem diversas parcerias e convênios em vigor, incluindo investimentos totalizando mais de R$ 70 milhões para pavimentação e melhorias de rodovias estaduais no Médio Espinhaço. O objetivo do plano de investimentos apresentado é dar suporte à continuidade operacional ao sistema Minas-Rio, incluindo melhorias tecnológicas, obras civis e trabalhos preparatórios para futuras expansões. 

"Minas Gerais foi o primeiro Estado a aderir ao Race to Zero. Sabemos, da mesma forma que vocês, que o mundo só vai comprar produtos verdes em poucos anos. Não adianta ter uma bela mina, se você está degradando o meio ambiente. É provável que você terá dificuldades em colocar esse produto no mercado. O mesmo vale com o aço, com o café, com as commodities, com o automóvel. Então nós já estamos fazendo um trabalho para que Minas Gerais venha a ser um Estado que produz de forma sustentável. Isso que vai abrir mercados e vai nos dar tranquilidade em relação ao futuro", ressaltou o governador, que foi recebido na sede da empresa, em Londres, pelo CEO Global, Mark Cutifani. O presidente da Divisão de Metais Básicos, Ruben Fernandes, destacou a preocupação da companhia em relação às questões ambientais. "Queremos fazer uma mineração diferente. Nosso propósito é reimaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas, o que é muito importante. Nosso foco é nas pessoas, valorizar parcerias, com comunidades e governos. Temos mostrado isso em Minas e em todos os locais onde operamos", disse.

A Anglo American apresentou seu Plano de Mineração Sustentável na COP26, que guia ações em três pilares de sustentabilidade global – Ambiente, Social e Governança. Em Minas Gerais, o Plano de Mineração Sustentável inclui investimentos em conservação de áreas verdes, parcerias para melhorias nos sistemas de educação e saúde, medidas de eficiência energética e geração de energia solar, entre diversas outras ações. A mineradora apresentou também o Relatório de Mudanças Climáticas 2021, que contém o progresso em direção à sua meta de operações neutras em carbono, para os Escopos 1 e 2, e de redução pela metade das emissões de Escopo 3, ambas até 2040.

A Anglo prevê a recuperação de 23 nascentes degradadas das bacias do rio Santo Antônio, que nasce no município de Conceição do Mato Dentro e cerca de oito mil metros lineares de áreas de preservação permanente da região. A iniciativa conta com investimento de R$ 2 milhões pela Anglo American. O novo investimento se soma aos mais de R$ 147 bilhões já assinados pela atual gestão com empresas que atuam ou atuarão no Estado, cumprindo a meta do governo Zema de atrair oportunidades e gerar empregos. Somente em 2021, já são R$ 58,2 bilhões em volume de investimentos, superando o recorde anual de R$ 57 bilhões alcançado em 2019.