08/11/2018
MAGNESITA

Expectativas para 2018 não mudam

A RHI Magnesita N.V. obteve resultados sólidos no 3º trimestre que refletem a continuação das tendências positivas que a companhia acompanhou ao longo do primeiro semestre de 2018. Segundo o CEO Stefan Borgas, “o desempenho foi impulsionado por fortes mercados finais e a resposta positiva dos clientes ao portfólio completo e a oferta de soluções, somado a um preço de matéria-prima estável”. Borgas acredita que este ambiente permaneça até 2019. 
 
O CEO comentou ainda que a empresa segue no caminho correto para atingir as metas de sinergia de 60 milhões de euros previstas para este ano para 110 milhões de euros em 2020. “Nossas expectativas para os resultados operacionais do ano de 2018 permanecem inalteradas”. O Grupo melhorou a margem Ebitda no trimestre, o que demonstra a execução bem-sucedida da integração e a estratégia corporativa da RHI Magnesita de forma mais ampla.
 
A produção mundial de aço da Magnesita permaneceu num crescente, em especial na América do Norte apesar da companhia ter sofrido uma queda na Europa no 3º trimestre. Na divisão Industrial, o segmento de metais não ferrosos teve um forte desempenho no 3º trimestre, com mais projetos a serem entregues no último trimestre do ano. O segmento de cimento/cal continua a ser retido pela redução da produção de cimento no mercado chinês e o contínuo foco da empresa em preços e qualidade, em comparação com concorrentes mais comoditizados. O segmento de Indústrias de Processo ficou estável no trimestre.
 
Em mercados estratégicos como China e Índia, a RHI Magnesita continuou a crescer e prevê uma consolidação das operações nestes locais em 2019, com um incremento de mais de 20% nos nove primeiros meses sobre o mesmo período de 2017. Embora em um estágio anterior de desenvolvimento de seus negócios, na China, o Grupo cresceu cerca de 30% no mesmo período e o recondicionamento das instalações baseadas em dolomita em Chizhou continua no planejamento. Embora acompanhe a imposição de tarifas comerciais, a companhia não sofreu impactos ainda por sua diversificada base de produção e de clientes.
 
Conforme anunciado anteriormente, a companhia continua a considerar uma transação potencial envolvendo a Kumas Manyezit Sanayi AS e atualizará o mercado sobre qualquer novidade. 
 
A Oferta Integrada de Aquisição (ITO) para as ações remanescentes da Magnesita será concluída até o final de 2018. Após aumentos significativos de preços no segundo semestre de 2017, os preços das matérias-primas continuaram estáveis no 3º trimestre. Os controles do governo na China levaram a uma significativa redução da produção de matéria-prima, que deverá continuar em longo prazo.

Veja também

14/11/2018
AÇÕES | Magnesita realiza OPA
22/03/2018
MAGNESITA | Receita líquida cresce 18,1% em 2017
16/11/2017
REFRATÁRIOS | Receita da Magnesita cresce 21,1%
09/08/2017
REFRATÁRIOS | Magnesita assina acordo com a RHI
06/07/2017
REFRATÁRIOS | CE aprova venda da Magnesita para RHI
23/09/2015
REFRATÁRIOS | Magnesita investe R$ 55 milhões na Bahia