Expectativa de 1 milhão de onças em 2021

30/10/2021
O lucro líquido da Yamana somou US$ 27 milhões no terceiro trimestre.

A Yamana Gold prevê terminar o ano de 2021 com uma produção de 1 milhão de onças equivalentes de ouro graças aos bons desempenhos das minas Canadian Malartic, Jacobina e El Peñón. A empresa espera também um bom resultado no quarto trimestre em El Peñón e Cerro Moro, conforme orientado anteriormente. 

O lucro líquido da Yamana somou US$ 27 milhões no terceiro trimestre ou US$ 0,03 por ação, enquanto o lucro líquido ajustado atingiu US$ 69,7 milhões ou US$ 0,07 por ação no trimestre. Os fluxos de caixa das atividades operacionais foram de US$ 190,6 milhões e os fluxos de caixa das atividades operacionais antes da variação líquida no capital de giro foram de US$ 202,9 milhões, representando aumentos acentuados do segundo trimestre de 24% e 21%, respectivamente. A Yamana tem US$ 750 milhões em crédito disponível. 

A produção atingiu 256.464 de onças equivalentes, incluindo 225.556 onças de ouro e 2,27 milhões de onças de prata, o que marca a segunda maior produção de todos os tempos para as minas da Yamana Gold, devido a excepcional produção de ouro. A empresa espera produção recorde no quarto trimestre, já que o ouro deve atingir a maior alta trimestral de todos os tempos. A produção de ouro de Canadian Malartic somou 86.803 onças, enquanto Jacobina produziu 47.373 onças e El Peñón, 50.229 onças no terceiro trimestre. Além disso, Cerro Moro teve um trimestre excepcional, produzindo 19.261 onças de ouro, que aumentou aproximadamente 33% em relação ao segundo trimestre e com uma produção mais forte esperada no quarto trimestre de graus mais elevados. A Minera Florida produziu 21.890 onças de ouro e espera-se que cumpra sua orientação de produção anual com um forte quarto trimestre sustentado por um forte início em outubro.

A produção de prata foi de 2.273.183 onças, com El Peñón e Cerro Moro registrando as maiores produções trimestrais de prata do ano, com produção mais forte projetada para o último trimestre de 2021, co um minério de garua mais alto nas duas minas. A produção de El Peñón foi de 62.545 no trimestre, um aumento de 19% em relação ao trimestre anterior. Conforme orientado anteriormente, a mina de El Peñón está bem posicionada para cumprir sua orientação de produção anual, com aproximadamente 31% da produção anual de ouro para a operação prevista para o quarto trimestre. Já Cerro Moro produziu 37.853 onças durante o trimestre e 98.406 onças no acumulado de 2021, um aumento significativo em relação ao período comparativo do ano anterior de 89.472 onças.

Tags