16/03/2016
AGREGADOS

Entidades do Sul querem formar Grupo de Trabalho

Na busca pela criação de um Grupo de Trabalho para discutir questões técnicas que envolvem o processo de licenciamento ambiental e outras demandas do setor de agregados, representantes da Associação Gaúcha dos Produtores de Brita, Areia e Saibro (Agabritas) e do Sindicato das Empresas de Mineração de Brita, Areia e Saibro do Rio Grande do Sul (Sindibritas), reuniram-se, dia 15 de março, com representantes da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul (SEMA/RS) para apresentar as demandas e os entraves deste setor da mineração.

No fim de 2015, quando foi cogitada a possibilidade de criação de um Grupo de Trabalho, a secretária Ana Pellini, responsável pelo SEMA, disse que novos formulários para o licenciamento ambiental estavam sendo desenvolvidos para agilizar o processo e que passaria a ser dividido por cores e separado em três níveis conforme as especificidades de cada um, como forma de diminuir o passivo de processos –hoje estão sendo analisados 650 processos do setor de mineração. Em meados de 2015 esse volume era superior a 1.000 processos.